quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Segue as datas e os temas dos Encontros do mês de Dezembro !
E hoje o tema será: " O parto na Casa de parto " as 19h30 ...
Não percam !

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Atenção Papais e Mamães, tragam seus filhos na ComMadre, para uma aula experimental gratuita de Yoga.
Os exercícios realizados em aula promovem um crescimento saudável, ajudam a preservar a flexibilidade, auxiliam a coordenação motora, o aumento da capacidade de concentração e o relaxamento.
Hoje as 18h00 ! (11) 2579-0427

sábado, 30 de novembro de 2013


No próximo sábado, 07 de Dezembro, a ComMadre promove o curso “Pós-parto e os Cuidados com o Bebê” destinado a casais e gestantes.
Oferecido por: Thais Rodrigues Bernardo - Enfa Obstetra
Não perca ! Vagas limitadas ...
Para maiores informações: (11) 2579-0427

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Baby Yoga - Venha participar da aula experimental gratuita que será no dia 14/12 as 10h00 na ComMadre ...
A prática começa a partir de um mês de vida e continua até o bebê começar a engatinhar.
Ligue e reserve sua vaga !
(11) 2579-0427




terça-feira, 26 de novembro de 2013


A ComMadre está situada no Tatuapé na cidade de São Paulo, ministrando aulas de Yoga para iniciantes e praticantes. Venha fazer uma aula experimental e gratuita de Yoga conosco. 
Ligue e agende sua aula! (11) 2579-0427


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O pós-parto é um período, como a gestação, em que a mulher passa por muitas mudanças fisiológicas e emocionais, sendo que agora, como mãe, ela precisa desvendar não somente as suas necessidades, mas também as necessidades do bebê, que, porsinal, não vem com "manual de instruções".

Venha participar do Grupo Terapêutico de Pós-parto, oferecido por Claudia Vila - Psicóloga Especialista em Saúde Materna

Informações: (11) 25790427




segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A ComMadre informa que, em virtude do feriado do dia 20/11 (quarta-feira), não haverá o Encontro de Casais e Gestantes.

Atenciosamente,



ComMadre



Agora na ComMadre,
Massagem Materna - Gestantes e Mães 
Oferecido por Josi Campos !
Agende uma sessão gratuita ... (11) 2579-0427


segunda-feira, 11 de novembro de 2013

                                                     
Oferecido por  Mayra Aiello - Psicóloga e Coach 
Inscrições abertas ... Venha participar !


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

 Oferecido por Priscila Castanho - Massoterapeuta e professora de Shantala
VAGAS LIMITADAS !!!


quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Esperamos por você ... Primeira participação é gratuita !
Rua Terra Roxa, 160 - Tatuapé
(11) 2579-0427

Equipe ComMadre



terça-feira, 29 de outubro de 2013

Você não pode ficar de fora desse encontro !!! Imperdível ...
Nesta quarta só na ComMadre.


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Hoje as 18:00 hs, traga seu filho ou filha para uma aula divertida, eles irão adorar ...
A primeira participação é gratuita !!!
(11) 2579-0427




sexta-feira, 25 de outubro de 2013

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Depressão pós-parto: a importância de um diagnóstico precoce.


Por Claudia A.B.Vila, psicóloga clínica com formação em Psicologia da Maternidade.
O pós-parto é um período de muita vulnerabilidade para o casal, principalmente para a mulher. Não só do ponto de vista biológico cujas alterações hormonais têm influência sobre a alteração do humor, mas também do ponto de visita psicológico já que a chegada do bebê traz muitas mudanças tais como a conscientização da nova realidade e as novas responsabilidades relacionadas a ela. Além disto, há as dúvidas e inseguranças que a mulher sente com relação às necessidades e bem estar do bebê. É um momento no qual a mulher precisa de proteção e carinho.
É muito comum nos primeiros dias que seguem o nascimento do bebê, a mulher sentir tristeza, vontade de chorar, irritabilidade e ansiedade. São sintomas comuns que fazem parte de um quadro que chamamos de baby blues ou tristeza materna e tendem a desaparecer espontaneamente no decorrer do 1º. mês de vida. Porém, caso persistam e outros sintomas tais como alteração de sono ou apetite (falta ou exagero), falta de energia, desatenção, falta de concentração, preocupação e medo em demasia sejam observados, é importante ficar atento, pois neste caso, pode se tratar de uma depressão pós-parto.
Uma revisão realizada por Lobato et al. em 2011, verificou que a depressão pós-parto é um  transtorno afetivo que atinge entre 10 e 15% das mulheres em países desenvolvidos, podendo atingir 40% em países em desenvolvimento.
Estudos mostram que a depressão pós-parte é decorrente de uma combinação de fatores biológicos, sociais e psicológicos, tais como falta de apoio do companheiro e familiares, nascimento prematuro ou morte do bebê,  dificuldades no parto e/ou na amamentação além de uma vida estressante, problemas de saúde da criança, dificuldades para o retorno ao trabalho e adversidades socioeconômicas.

É comum as mulher não falarem sobre seus sentimentos  e  continuarem cuidando dos seus bebês, já que é esperado que estejam felizes  com a  sua chegada  e aptas a cuidar deles.  Entretanto, a  depressão pós-parto é um problema sério  que precisa de tratamento adequado (psicológico/psiquiátrico)  para que o vínculo da mãe com o bebê seja preservado. Portanto quanto mais precocemente detectada, melhor será para o bem-estar da dupla mãe-bebê. 

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Partos caseiros 'são menos arriscados' do que os de hospital

                                          
Partos feitos em casa são menos arriscados do que os de hospital, principalmente na segunda gravidez, sugere uma pesquisa publicada na revista científica British Medical Journal.

O estudo, realizado por pesquisadores holandeses, indica que, no geral, os riscos de complicações severas é de 1 em mil para partos caseiros e 2,3 em mil para partos nos hospitais

Para mulheres com gravidez de baixo risco que têm o primeiro filho em casa, as chances de precisarem de tratamento intensivo e transfusão de sangue eram pequenas e similares ao das mulheres que dão à luz no hospital: 2,3 por mil em partos caseiros e 3,1 por mil para partos de hospital.

Já para mulheres na segunda gravidez, os riscos de complicações severas eram bem menores em partos domiciliares. Entre essas grávidas, a chance de sofrer hemorragia pós-parto era de 19,6 por mil, em comparação com 37,6 por mil para mulheres atendidas no hospital.

Os pesquisadores, que incluem parteiras especializadas e obstetras das universidades de Amsterdã, Leiden e Nijmegen, avaliam que os dados são "estatisticamente importantes".

A pesquisa analisou cerca de 150 mil mulheres com gravidez de baixo risco na Holanda que deram à luz entre 2004 e 2006. Entre elas, 92.333 tiveram bebês em casa e 54.419 foram atendidas no hospital.

Resposta eficiente


Na Holanda, partos caseiros respondem por cerca de 20% do total de nascimentos no país.

A pesquisadora Ank de Jonge, do VU University Medical Centre em Amsterdã, disse que os dados mostram que o sistema holandês funciona bem.

"Isso vem de um bom sistema de avaliação de risco, que inclui boa rede de transporte e parteiras treinadas", disse Jonge.

A pesquisadora acrescenta que mulheres que dão à luz em casa têm menos chances de sofrer intervenções, mas em caso de emergências "é preciso que a resposta seja eficiente".

Cathy Warwick, presidente da Royal College of Midwives da Grã-Bretanha, disse que a pesquisa prova que há segurança e benefícios dos partos caseiros para algumas mulheres, principalmente as que dão à luz pela segunda vez.

"Esta pesquisa deveria estimular serviços de maternidade a alocarem mais recursos para oferecer mais oportunidades para que as mulheres tenham partos em casa. Sabemos que muitas delas gostariam de fazê-lo, mas não podem por causa da falta de parteiras", disse Warwick.

No Brasil, 97% dos partos são feitos em hospitais, segundo o Ministério da Saúde. O Sistema Único de Saúde, por meio do Projeto Cegonha, lançado em 2011, vem promovendo a capacitação e qualificação de doulas (acompanhantes) e parteiras tradicionais que fazem partos em regiões mais isoladas do país, onde há falta de hospitais e médicos.


Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/06/130614_partoscaseiros_riscos_fl.shtml

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Bazar Mix Maman


Bazar Mix Maman dia 14 de julho na ComMadre
Venham participar também da Vivência de Ciranda de Mães que acontecerá no mesmo dia das 15:00
 as 16:30h com Viviane Fernanda focalizadora de danças circulares sagradas e pesquisadora do
Sagrado Feminino.



terça-feira, 11 de junho de 2013

Cursos para gestantes e casais na ComMadre

Obs.: Alteração da data do Curso de Preparação para o parto de 15 de julho para 13 de julho (sábado)


Preparem-se para o mês de junho e julho
 
 

Pós parto e cuidados com o bebê

Orientador: Ana Garbulho

Data: 29 de junho do 2013    Horário: 14:00 as 19:00h  

Valor: R$ 180,00 o casal
 

Shantala (massagem para bebê)

Orientador: Priscila Cavalcante

Data: 06 de julho de 2013           

Horário: 14:00 as 17:00h

Valor: R$ 200,00 por bebê com direito a dois acompanhantes (mãe/pai - mãe/avó – mãe/babá e outros)

 
Curso de preparação para o parto

Orientador: Equipe ComMadre

Ideal para casal após 25 semanas de gestação

Data: 13 de julho de 2013     Horário: 9:00 as 18:00h

Valor: R$ 250,00 o casal ou a gestante e um acompanhante
 










 


quinta-feira, 30 de maio de 2013